Você é um studentholic?

março 12, 2009

Passar em uma seleção pública exige muita dedicação. Contudo, alguns candidatos exageram: estudam demais e desequilibram suas vidas. São os chamados studentholics.

Os studentholics esquecem que a regra de ouro é o equilíbrio. Ninguém vai ter sucesso se a sua vida pessoal estiver um caos. Concurseiros profissionais não sacrificam fins de semana, feriados, saídas com os amigos, namoros ou o próprio emprego. Eles sabem que com uma rotina de estudos equilibrada, o objetivo maior – passar no concurso público – será alcançado. 

Faça o teste e descubra se você está estudando demais ou não


Matéria da Globonews sobre concursos públicos

março 11, 2009

Apesar da reportagem abaixo ter sido veiculada em agosto de 2007, ela deve ser assistida. Além de dar um amplo panorama sobre o serviço público, já destacava a união dos concurseiros no mundo virtual.


Para relaxar: grupo de teatro ensina como passar em concursos públicos

março 3, 2009

A coluna de William Douglas

fevereiro 6, 2009

Uma dica valiosa a todos que sonham com a carreira pública é a leitura da coluna do William Douglas, no Correio Braziliense.
Autor de vários livros com dicas para passar em concursos públicos, o juíz federal traz semanalmente textos com um tema interessante.

Em um dos seus textos, Caso Encerrado, trata da necessidade de superarmos frustrações no campo da vida pessoal como no campo dos concursos. Aliás, segundo ele, estas duas áreas caminham juntas.

- Muitas pessoas me escrevem relatando dificuldade em superar acontecimentos de suas vidas, sejam pessoais, sejam profissionais ou financeiros e até em relação a matérias e professores com as quais houve algum trauma. Tudo isso influencia a vida cotidiana e, claro,  a maratona dos concursos – conta William Douglas.

Acesse aqui a coluna de William Douglas


Exemplo de superação em concursos públicos

dezembro 17, 2008

Como estudar para concursos públicos?

novembro 14, 2008

 

          Não existe uma resposta pronta para esta questão. Cada pessoa tem seu jeito e isso reflete em seu método de estudo. Contudo, é sempre bom ler histórias de pessoas que conseguiram os seus objetivos. É motivador. Abaixo, a Dra. Annelise Steigleder – Presidente em exercício da FMP – conta como passou no concurso público em 1996. Leia o texto:
          

           Em 1995, quando eu me preparava para o Concurso do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul, vivenciei a angústia de estabelecer uma metodologia de estudo que fosse eficiente. Cada conversa com os meus colegas de aula da Escola do Ministério Público me deixava ainda mais preocupada, pois parecia estar ocorrendo uma competição de resistência física. “Quantas horas estudastes hoje?  Eu estudei 10 horas”.

           Havia dias em que eu estudava apenas duas horas! À noite, após uma longa jornada de trabalho num escritório de advocacia!

           Então resolvi montar um plano de guerra, percebendo que é melhor estudar duas horas, com foco, do que um dia inteiro de forma dispersiva e pouco produtiva.   Fui aprovada em 1996!

           Hoje, doze anos depois, dos quais oito dedicados ao ensino do Direito Ambiental,  percebi que o êxito em um concurso público depende das seguintes estratégias:

- Pegue o edital e o divida por  áreas do conhecimento;

- Estabeleça prazos para você mesmo, identificando quantos dias necessita para vencer o edital;

- Monte um cronograma com os assuntos a serem pesquisados, identificando quantos temas por dia devem ser estudados para vencer o edital;

- Como deverás conhecer todos os assuntos, não espere ficar craque em direito penal para só depois estudar o direito civil.  Dedique um dia da semana para cada área e siga em frente;

- Faça um fichamento de cada um dos temas inseridos nas áreas de conhecimento, consultando  pelo menos três posicionamentos doutrinários sobre cada assunto. No fichamento, indique a fonte bibliográfica, pois isso lhe será extremamente útil na prova oral e até em eventual recurso;

- Não tenha preguiça. Esqueça seus cadernos da graduação! Nesse momento, busque as informações nos principais livros indicados pelos professores da FMP. Eles conhecem os autores do momento, que servem como referência para própria banca;

- Estude minuciosamente tudo que os integrantes da banca já escreveram: artigos, dissertações, papers. Provavelmente questionarão temas de seu domínio;

- Fala um ementário de jurisprudência, considerando  principalmente os posicionamentos do STJ e do STF;

- Não se desespere. O importante é manter um ritmo de trabalho, mantendo-se um estudo completo dos assuntos (doutrina e jurisprudência);

- Chova ou faça sol, mesmo que seu namorado (a) implore, mantenha seu ritmo de estudos, vencendo os assuntos do dia, conforme cronograma. Saia depois do estudo, nem que tenha que ir de taxi encontrar seus amigos;

- Se você não trabalha, intercale seus momentos de estudo com atividade física outros momentos agradáveis para você;

- Procure selecionar questões de provas de concursos diversos e  exercite seus conhecimentos diariamente, logo após ter estudado os assuntos;

- Se tiver medo de falar em público, faça um curso rápido de oratória. Não espere a prova de tribuna chegar. Muita gente boa roda nesta fase por puro medo. Não se boicote, pois nesse momento você já é um vencedor!
          

           Essas são algumas dicas que deram certo para mim. Cada pessoa tem o seu próprio jeito. Encontre o seu e  Boa Sorte!


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.